Meu namorado Oscar

Concluímos, namorado e eu, que temos cara de um casal de jovens disponíveis e abertos a novas experiências. Nos últimos tempos, sempre que uma peça tem alguma interação, nós somos os interagitadores. Ontem foi a vez de “Cine Belvedere” (recomendadíssimo, acaba semana que vem); namorado virou Óscar, o noivo imaginado/morto/real? da empregada Pacha. Deu até beijinho – segundo ele, só no rosto porque, apesar das insistências da personagem, ele não parou de pensar que seria um homem morto e solteiro caso acatasse e beijasse na boca.

(É CLARO que a personagem não estava pedindo na boca de verdade, era um noivo que ela imaginava… Enfim. Deixa ele acreditar)

Minutos depois de namorado virar Óscar, a personagem que estava bolinando meu namorado dá um grito e aponta para os meus pés: “UMA BARATA!”. Ai, gente, que piada de mau gosto, e bem comigo. Claro que não tinha barata alguma, mas eu sou doida de não levantar os pezinhos? Não dei escândalo, fui fina. Mas quem disse que eu dormi sossegada depois? Sonhei a noite toda com barata.

Anyway, tudo isso era um pretexto pra dizer que “Cine Belvedere” foi até agora a segunda melhor peça do ano, perdendo apenas para “In On It”. E acaba semana que vem, vocês prestaram atenção nisso? Mais uma informação: são só 16 pessoas no público por sessão. Corram (e mantenham os pés pra cima).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: