Buscas – atualização

Os visitantes esporádicos deste blog me surpreendem. Eu não canso de visitar as estatísticas, como comentei há um mês, e venho por meio deste fazer um informe atualizado das frases que, digitadas no google, direcionam os leitores para cá.

Eu tento pensar que não são essas buscas que definem o que exatamente é este blog, porque, se fosse assim, eu ficaria meio frustrada. As frases mais recorrentes envolvem os quadrões do Mauricio de Souza, sobre os quais falei na primeira era do “muito”, antes da glaciação. Em segundo lugar me chamam atenção os bichos, muita gente procurando informações sobre baratas e tatu-bola. Nessa semana chegou uma nova, “o que significa sonhar que comeu lagartixa”. Écati. Mas, de toda forma, viva!, os posts antigos das baratas ainda são lidos, eu gostei tanto deles. Deveria continuar a série, porque as bichas continuam aparecendo às vezes. Mas eu não conto mais porque todo mundo já cansou do meu nojo.

O que mais me preocupa nessas palavras-chave que apontam meu blog como resultado é a parte depressiva da coisa. “Eu to no meu limite”, “Preciso achar uma solução pra minha vida” e “E quando não tem solução?” são três exemplos muito perturbadores dos últimos tempos. Quem digita isso NO GOOGLE?? Já pintei diversas cenas – um insone sem amigos no msn às 3h46 da madrugada, ou um entediado com o trabalho às 15h17. Mas não é triste? O post que falava que a vida não tem solução não era assim tão literal…

Aí tem o que me deixa felizinha: gente procurando literatura. Ou mais ou menos isso: quem digitou “frases para uma musa inspiradora” acabou entrando aqui. Bonito, não? Será que é um adolescente apaixonado que tá buscando quotations pra um amor platônico? Ou algum jornalista desesperado que precisa de um abre piadístico sobre musa inspiradora? A outra me deixou curiosa: “Como devo contar historias e o que posso”. É isso, terminou no “o que posso”, o sistema de busca registra as procuras com número limitado de toques. Muito chato, quero saber o que a pessoa pode ou não quando vai contar histórias.

Por fim, os divertidos. Dois deles nesse mês: “cidinha campos vestido rosa chuchu” (olha só, Ricardo Calil, tão vendo teu filme) e “cara a cara com o presidente de mariana”. Deve ser Ilhas Mariana, o país que eu habito no Orkut. Tudo a ver.

Anúncios

One Response to Buscas – atualização

  1. Daniela Alarcon disse:

    mari, tô pra fazer um post de balanço também — pensando em como fazer sem ser deselegante =)
    mas já adianto que, no meu, o campeão de buscas é, sem dúvida, o quero-quero. sim, a ave.
    (houve um dia em quase caí pra trás: a busca tinha sido: “alice brill morreu?”.)

    mas o melhor mesmo foi quando o bruno “invadiu” as minhas estatísticas com “daniela te amo”, “a felina sente saudades” etc, etc. quase o mesmo nível de piada de quando ele relegendou uma sequência inteira do filme sobre o gengis khan (por algum motivo que me escapa, ele gosta MUITO da mongólia, e eu tinha jurado não ver esse filme com ele) com um diálogo baseado em minha vinda pra brasília…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: